My EKG, O Site do Eletrocardiograma Logo

Infarto Agudo do Miocárdio


O Infarto Agudo do Miocárdio com Elevação do Segmento ST (IAMCST) junto com as Síndromes Isquêmicas Miocárdicas Instáveis sem Supradesnível do Segmento ST (SIMISSST) e a Angina Instável, englobam as Síndromes Coronarianas Agudas.

O Eletrocardiograma desempenha um papel vital no diagnóstico de qualquer dessas doenças, sendo fundamental para a tomada de decisões imediatas no Infarto Agudo do Miocárdio com Elevação do Segmento ST (IAMCST) 1.

O Infarto Agudo do Miocárdio com Elevação do Segmento ST geralmente ocorre após a ruptura de uma placa aterosclerótica em uma artéria coronária, complicada com trombose. Isto gera uma oclusão da artéria coronária e a interrupção do fluxo total ou subtotal provocando dano, e posteriormente, necrose miocárdica.

Em todos os pacientes com dor torácica aguda se deve realizar um Eletrocardiograma de 12 derivações.


Eletrocardiograma de Infarto Agudo

O Eletrocardiograma durante o Infarto Agudo do Miocárdio apresenta alterações progressivas à medida que aumenta a duração do Infarto.

A principal alteração nos estágios iniciais é o supradesnivelamento do segmento ST pelo menos em duas derivações contíguas. Em um paciente com dor torácica e elevação do segmento ST em duas o mais derivações contíguas se deve suspeitar um Infarto Agudo do Miocárdio 2.

Características do Eletrocardiograma:

Extraído da Definição Universal de Infarto Agudo do Miocárdio 3.


Na ausência de Bloqueio do Ramo Esquerdo ou Hipertrofia Ventricular Esquerda é diagnóstico de IAMCST, a presença de:

O IAMCST é uma emergência médica e se deve ativar o protocolo pertinente para garantir a reperfusão (abertura) da artéria coronária obstruída o mais rapidamente possível, com a Fibrinólise ou a Angioplastia Primária.

Portanto, todo o pessoal médico deve estar capacitado para diagnosticar um Infarto Agudo do Miocárdio em um eletrocardiograma.


Fases do Eletrocardiograma durante um Infarto Agudo do Miocárdio

Fase Aguda do IAMCST

  • Ondas T Hiperagudas: Ondas T pontiagudas, amplas, positivas e asimétricas. Primeira alteração do Eletrocardiograma durante um IAMCST, raramente se registra.
  • Elevação do Segmento ST: A mais importante alteração do Infarto Agudo do Miocárdio, aparece alguns minutos depois e observa-se nas derivações mais próximas à lesão miocárdica.

Fase Evolutiva do IAMCST

  • Onda Q patológica: Aparece entre as 6 e 9 horas da oclusão, nas mesmas derivações que a elevação do ST. É um sinal eletrocardiográfico de necrose miocárdica transmural (Veja Q patológica).
  • As Ondas T se tornam negativas e se normaliza o Segmento ST: Após de aparecer a onda Q, a onda T se aplana e posteriormente se torna negativa. O segmento ST começa a descer e retorna à normalidade após vários dias, embora alguns pacientes podem ter um supradesnível residual.
  • Perda de onda R: Se produz após 12 horas do Infarto Agudo. Ocorre nas mesmas derivações que as alterações anteriores.

Atualmente as alterações do eletrocardiograma do Infarto Agudo do Miocárdio com supradesnível do ST muitas vezes não cumprem os tempos da fase evolutiva, devido aos tratamentos urgentes de reperfusão coronária (fibrinólise ou angioplastia primária). Isto ocasiona que os sinais apareçam antes, mais tarde ou não apareçam.

Eletrocardiograma com Elevação do Segmento ST

Lembra-se: Um eletrocardiograma com Elevação do Segmento ST em várias derivações contíguas é quase certamente uma Emergência Médica.

Infarto Agudo com Elevação do Segmento ST

Eletrocardiograma de Infarto com Elevação do ST:
ECG com Elevação do ST nas derivações V1-V4 (antero-septal) e Bloqueio do Ramo Direito.

O Eletrocardiograma é a principal ferramenta para o diagnóstico precoce durante um Infarto Agudo, permitindo tomar as medidas adequadas para restabelecer o mais rapidamente possível o fluxo de sangue na artéria oclusa 1 4.

Pregunta: Há outras causas de elevação do segmento ST no ECG?
Resposta: Sim.

Artigo relacionado: Alterações do Segmento ST.

Diferenças entre IAMCST e outras causas de Elevação do Segmento ST

Como distinguir um Infarto Agudo das outras causas?

Quadro clínico: Entre um homem com 65 anos, fumante, hipertenso, diabético que chega ao hospital com dor torácica intensa, e um atleta jovem assintomático com ECG de rotina, ambos com Eletrocardiogramas com Elevação do segmento ST nas derivações anteriores...

O primeiro provavelmente tenha um Infarto Agudo do Miocárdio, e o joven tenha um ECG de Repolarização Precoce.

Morfologia do Supradesnível do ST: O supradesnível do ST no IAMCST é geralmente convexo, enquanto que na Pericardite Aguda e na Repolarização Precoce é normalmente côncavo.

Diferenças entre ECG de IAMCST y de Pericardite

Diferenças entre ECG de IAMCST y de Pericardite:
IAMCST: Supradesnível do ST convexo. Segmento PR normal. Pericardite: Supradesnível do ST côncavo. Infradesnível do Segmento PR.

Localização: A elevação do segmento ST em um IAMCST não está presente em todas as derivações do Eletrocardiograma. Só se observa nas derivações próximas à região isquêmica.

O número de derivações afectadas indica a extensão do infarto. Um maior número de derivações com elevação do segmento ST significa um maior dano, maior gravidade e mais risco de complicações.

Se existe elevação do segmento ST em todas as derivações exceto em aVR, é mais provável que seja um eletrocardiograma de Pericardite Aguda e não um ECG de IAMCST.

Imagens recíprocas ou "em espelho": Importante. Se esta página fosse um livro, agora deve marcar o próximo parágrafo com um marcador.

Se em um Eletrocardiograma há elevação e depressão do segmento ST em derivações opostas, o ECG é diagnóstico de IAMCST.

Por que isto acontece?

Imagens em espelho de Elevação e depressão do Segmento ST

Imagens em espelho: Elevação do segmento ST em derivações inferiores (II) e depressão recíproca em derivações laterais (I).

O dano miocárdico durante um Infarto Agudo com elevação do segmento ST ocorre em uma região específica do coração, pelo que a elevação do segmento ST se observa nas derivações mais próximas.

Mas, que acontece com as derivações mais afastadas? Se observa o contrário, um Infradesnível do segmento ST, isto é chamado Imagens recíprocas ou “em espelho”, es uma signal de Infarto Agudo de Miocárdio.


Referências

Se você gostou... Compartilhe.